Abreviaturas para textos acadêmicos

A abreviatura de Mestre é Me.  e de Mestra é Ma.

Portanto, a abreviação correta é Me. para mestre e Ma. para mestra, não sendo considerado Ms. nem Msc.

No Brasil, aquele que cursa o mestrado recebe o título de mestre. Esse profissional está voltado para a área do ensino e da pesquisa, portanto, são usados os dois títulos: Professor Mestre. 

 

Conforme a PUCRS o título mestre deve ser abreviado das seguintes formas: 

a) mestre: Me

e Me. (gênero masculino)

b) mestra: Ma

e Ma. (gênero feminino) 

Da mesma forma, pois, no Brasil conforme a Academia Brasileira de Letras,Ms.” é 

abreviação de manuscrito. 

O título MASTER OF SCIENCE (M.S.; Msc. ou MSc.), é título de mestre dado pelas 

universidades americanas, portanto, usadas no inglês. De acordo com Universidade de Passo Fundo - Faculdade de Direito - Coordenadoria de Monografia Jurídica, utilizar as abreviações americanas, no Brasil, seria o mesmo que usar “PhD.” para qualquer um que fizer doutorado, e não, “Dr.”.

A maioria das abreviações devem terminar em uma consoante, embora, segundo o Dicionário de Abreviaturas da prefeitura de São Paulo, para diferenciar por sexo, há necessidade que a palavra abreviada, termine em vogal. Exemplo: Dr. e Dra. 

Conforme Associação Brasileira de Letras a abreviação o título “mestre “ deverá ser abreviado 

das seguintes formas: 

a) mestre: M.e ou Me.

b) mestra: M.a ou Ma.

O emprego supracitado para mestre, até o momento é muito pouco utilizado.

Há outros que defendem a ideia: professor Mestre (prof. Me.) e professora Mestre (profa. Me.); variando somente em gênero “professor” e inalterado o título “Mestre”. 

 Assim, como ocorre na titulação para “Doutor”, em que no masculino fica “prof. Dr.” e no feminino “Profa. Dra.”. Considera-se que as abreviações Me. e Ma, neste momento, seriam as mais aceitáveis, portanto, sendo empregadas da seguinte maneira: Prof. Me. (masculino) e Profa. Ma. (feminino). 

Com base no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Porto Editora, pode confirmar-se que, em Portugal, é habitual usar-se a abreviatura Dr. (feminino Dra.)1, para designar um licenciado ou um mestre, incluindo os médicos.

O VOLP não inclui a abreviatura correspondente a «professor doutor», mas o registo de Prof. (feminino Prof.ª) sustenta a forma Prof. Dr. (feminino Prof.ª Dra. ), usada em referência a um doutorado que é professor no ensino universitário ou politécnico.

Quando se trata de investigador doutorado, não se usa abreviatura, mas, sim, o título Doutor.

A Academia Brasileira de Letras apresenta no VOLP as reduções das palavras em latim Scientiae Magister e Philosophiae Doctor como:

Sc.M. – Scientiae Magister (mestre de/em ciência)

Ph.D. – Philosophiae Doctor (doutor de/em filosofia)

Entretanto, a confusão aqui reside no fato de que “MSc.” é a abreviação de “Master of Science” (mestre em ciências) e que “PhD.” é a redução de “Philosophy Doctor” (doutor em filosofia), que são as abreviaturas e títulos conferidos aos que concluem, respectivamente, os cursos de mestrado e doutorado, em diversas áreas, em países de língua inglesa.

Para mais abreviaturas consulte:

Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=22

 

PUC, Manual de Redação: http://www.pucrs.br/manualred/abreviaturas.php

Tags: Abreviaturas

Imprimir Email

Offers and bonuses by SkyBet at BettingY com